Após ter voltado ao golfe depois de passar por um escândalo pessoal em dezembro do ano passado, Tiger Woods anunciou nesta quarta-feira que fará a sua primeira apresentação fora dos Estados Unidos, no início de julho. O golfista norte-americano disputará um torneio beneficente em Adare, na Irlanda, previsto para ocorrer no dia 5 e 6 do próximo mês.

A competição é organizada pelo irlandês J.P. McManus, que é proprietário de cavalos de corrida. O último campeonato promovido por ele, realizado em 2005, arrecadou 30 milhões de libras (cerca de US$ 36 milhões) que foram investidos em projetos de caridade. A comissão organizador do evento divulgou nesta quarta-feira um comunicado de autoria de Tiger Woods.

“É igual à minha própria fundação e compreendo a importância e a necessidade de arrecadar fundo para auxiliar pessoas que precisam de ajuda. E este torneio faz justamente isso”, disse o golfista.

A entidade comandado pelo atleta oferece programas de apoio educativo além de ter um centro de aprendizagem para jovens. Tiger Woods luta para recuperar a sua credibilidade arranhada após sucessivos casos extraconjugais que foram descoberto no final do ano passado. Com o incidente, ele chegou a perder milhões de dólares em patrocínios e manchou a imagem de um esportista que tinha uma vida pessoal exemplar.