Considerado a principal revelação do MMA brasileiro na atualidade, o paulista Thomas Almeida, 23 anos, terá a responsabilidade de ser o único representante do país na disputa do UFC 189, do próximo dia 11 ,em Las Vegas, nos Estados Unidos. Com a ausência do campeão José Aldo, afastado por conta de uma lesão nas costelas, ‘Thominhas’, como é conhecido, espera representar bem a nação brasileira.

“É uma honra. Fui presenteado com essa oportunidade. Depois da luta no Canadá, o meu sonho era lutar em Las Vegas. Isso só me motiva e espero corresponder às expectativas dos brasileiros”, disse o lutador, em entrevista à Tribuna. Com 18 vitórias e nenhuma derrota na carreira, o paulista já pinta entre os 15 melhores atletas peso-galo do UFC.

“Independente da minha colocação no ranking, para mim é tudo a mesma coisa. É round atrás de round e o objetivo sempre é a vitória”, frisou o brasileiro, que enfrenta o veterano Brad Pickett – lutador que é treze anos mais velho que o paulista. “Ele é um cara bem rodado, experiente e isso é bom pra mim. É um grande desafio e passando por ele eu posso subir mais degraus na carreira”, completou Thominhas.

O peso-galo encara a sua segunda luta em pouco mais de um mês, fato que não atrapalhou a promessa brasileira. “Foi um duelo em cima do outro, mas como eu não tive nenhuma lesão no último, eu já treinei na mesma semana que havia lutado contra Yves Jabouin. Só juntei um camp no outro”, concluiu Thominhas.