Thiago Braz conquistou a medalha de prata na etapa de Lausanne (Suíça) da Diamond League, nesta quinta-feira. Depois de acertar três saltos, brasileiro foi corajoso ao abrir mão de tentar passar o sarrafo a 5,82m para pular direto para 5,87m, que configuraria recorde sul-americano e o deixaria em condições de vencer o campeão olímpico Renaud Lavillenie, da França.

O atleta da BM&F Bovespa, porém, errou feio na segunda tentativa a 5,87m. Ele não alcançou altura suficiente para passar por cima do sarrafo e caiu antes do colchão. Apesar de sair andando depois da queda, ele abriu mão da terceira e última tentativa. Naquele momento, já tinha a medalha de prata garantida.

Thiago havia entrado na competição já com o sarrafo a 5,47 e passou na primeira tentativa nessa altura e também em 5,62m e 5,72m. Atualmente, ele é o quinto do ranking mundial, com os 5,73m que saltou em Ostrava (República Checa), há duas semanas. Se tivesse tentado 5,82m e passado essa altura, chegaria ao segundo lugar do ranking.

O ouro em Lausanne, como de praxe, ficou com Lavillenie, que venceu com 5,87m. O francês ainda tentou 5,93m, um centímetro acima do seu melhor salto no ano, mas errou as três tentativas. Outro brasileiro inscrito na prova, Augusto Dutra falhou nos três saltos a 5,32m e não marcou, terminando na 12.ª e última colocação. Ele dependia de um bom resultado para ser convidado a disputar outras etapas de Diamond League.