O brasileiro Thiago Alves deu adeus, nesta quinta-feira, às chances de disputar a chave principal de Roland Garros, Grand Slam que começa na próxima segunda. Em jogo válido pela segunda rodada do qualifying da competição, ele foi derrotado pelo norte-americano Jesse Levine por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 6/4 e 6/2.

Com a derrota de Thiago Alves, o Brasil ficou com apenas um representante vivo no qualificatório para Roland Garros. Trata-se de Rogério Dutra Silva, que depende de uma vitória diante do espanhol Javier Marti, nesta sexta-feira, para jogar a chave principal do mais importante torneio disputado em quadras de saibro no mundo.

Antes de Thiago Alves ser eliminado, o brasileiro Julio Silva foi derrotado já na abertura do qualifying. Ele perdeu na última terça-feira para o espanhol Daniel Munoz-De La Nava por 2 sets a 0, com um duplo 6/4. Para se garantir na chave principal, é preciso vencer três jogos nesta fase preliminar da competição.

Por enquanto, o Brasil já tem dois representantes garantidos no Grand Slam francês: Thomaz Bellucci e João Souza, respectivos 70.º e 118.º colocados do ranking mundial. Último brasileiro vivo no qualifying da competição, Rogério Dutra Silva figura hoje como tenista número 121 do mundo.