O atacante Carlitos Tevez não esconde de ninguém seu desejo de deixar o Manchester City. Mesmo assim, o jogador se reapresentou ao clube nesta segunda-feira, após um período adicional de férias por conta de sua participação na Copa América, com a seleção argentina.

Durante o torneio, no qual perdeu o pênalti que eliminou sua equipe nas quartas de final, diante do Uruguai, Tevez chegou a negociar com o Corinthians. O acerto com o clube paulista quase foi concretizado, mas o Manchester City não aceitou a forma de pagamento pretendida pelo clube brasileiro.

O argentino chegou a declarar que não gostava de atuar pelo City e que não voltaria à cidade de Manchester “nem de férias”, depois que saísse do clube. Por isso, uma transferência ainda nesta janela não está descartada. A imprensa europeia tem destacado o interesse da Juventus e da Inter de Milão no jogador.

Especula-se, inclusive, que a contratação do também argentino Kun Agüero por parte do City, concretizada nas últimas semanas, já seja uma forma de substituir Tevez. Apesar do retorno do jogador, a comissão técnica do clube admite que ele não deve participar da estreia no Campeonato Inglês, diante do Swansea City, na próxima segunda-feira.

HART – Se Tevez ainda manifesta o desejo de deixar o Manchester City, o goleiro titular da equipe, Joe Hart, ficará até junho de 2016. Pelo menos é o que indica o novo contrato assinado por ele, nesta segunda-feira.

“Estou absolutamente feliz por ter assinado esse novo acordo e é muito empolgante ser um jogador do City. Não consigo me imaginar estando em outro lugar que não o City e realmente me sinto em casa. Me sinto privilegiado por ficar aqui por mais cinco anos”, declarou.

Hart terá que conviver com uma nova concorrência pela vaga de titular a partir desta temporada. Na semana passada, o City anunciou a contratação do goleiro romeno Costel Pantilimon, de 2,03 metros e 24 anos, que já disputou 13 partidas pela seleção do seu país.