O argentino Osvaldo Terranova venceu neste sábado a sétima etapa da categoria carros do Rally Dakar, que foi encerrada na Bolívia após ter largado em solo chileno. O piloto fechou na frente a especial (trecho cronometrado) de 321 quilômetros e acabou triunfando no percurso total de 713km entre Iquique e Uyuni com o tempo de 3h31min18s.

Já a liderança geral da prova segue nas mãos do catariano Nasser Al-Attiyah, que terminou o percurso deste sábado 9 minutos e 48 segundos atrás de Terranova. Os dois competidores participam do mais tradicional rali do mundo com carros Mini e terminaram o dia com bons motivos para comemorar, pois foram bem em uma etapa complicada, na qual pela primeira vez nesta edição da prova não contaram com assistência mecânica ou técnica, sendo que eles mesmos precisariam reparar seus veículos caso algum inconveniente ocorresse.

Vencedor de três etapas deste Rally Dacar, Terranova ficou dois minutos e 20 segundos à frente de Yazeed Alrajhi, dos Emirados Árabes Unidos, que compete com um carro da Toyota e foi o vice-líder do dia. Já a terceira colocação ficou com o holandês Bernhard Ten Brinke, dois minutos e 28 segundos atrás do argentino, também com um veículo da Toyota.

O sul-africano Giniel de Villiers, vice-líder no geral, conseguiu reduzir a vantagem de Al-Attiyah. Sexto colocado no dia, ele agora está 8 minutos e 14 segundos atrás

do piloto catariano.

O brasileiro Guilherme Spinelli terminou o dia na 16ª posição e ocupa também este mesmo posto na classificação geral, correndo com um carro da Mitsubishi.

O dia foi de descanso para a categoria motos, que neste domingo terá seus pilotos percorrendo justamente este trecho entre Iquique, no Chile, e Uyuni, da Bolívia. Já os carros irão percorrer o trecho oposto ao traçado neste sábado. Iniciado no último dia 4, o Rally Dakar irá até o próximo dia 17.