O técnico Bernardinho já havia admitido que os torcedores não deveriam esperar muito do Brasil na estreia da Liga Mundial. Nesta sexta-feira, após derrota por 3 sets a 1 para a Itália, em Jaraguá do Sul (SC), o treinador voltou a apontar que o time brasileiro ainda tem muito a evoluir durante a competição.

“Nosso time está muito abaixo ainda, cometendo muitos erros de saque e, por outro lado, eles sacaram bem e colocaram o nosso time em dificuldade. Tivemos chances, no segundo set, de igualar o jogo, mas sabíamos que seria assim. Jogamos três sets iguais, menos o primeiro”, avaliou o treinador.

Na partida desta sexta, o Brasil foi dominado no primeiro set, teve chances de vencer o segundo, ganhou o terceiro, e acabou não oferecendo muita resistência no quarto. No sábado, os dois times voltam a se encontrar às 10h10 e Bernardinho quer a revanche. “Temos muita coisa para melhorar, vamos trabalhar e certamente faremos uma partida melhor amanhã.”

Capitão do Brasil, Bruno também reconheceu a superioridade dos italianos. “Eles foram melhores, mais agressivos no saque, que foi um fundamento que funcionou melhor do que o nosso. Eles souberam trabalhar melhor essa arma. A Itália não tem pressão nenhuma, por estar classificada para a fase final e fica mais fácil de ir para o saque e forçar”, comentou o levantador, fazendo referência ao fato de a Itália sediar a fase final.