Cada vez mais embalada no Torneio de Bogotá, Teliana Pereira fez mais uma vítima nesta sexta-feira e avançou à semifinal. A número 1 do Brasil cedeu apenas três games e arrasou Mandy Minella, de Luxemburgo, por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2, em apenas 1h08min de partida.

Ao alcançar a semifinal, a pernambucana encerra um jejum de 24 anos sem brasileiras nesta fase em torneios de nível WTA. A última a ir tão longe em uma competição do circuito profissional foi Niege Dias, em 1989. Na ocasião, ela foi semifinalista no Torneio de Taranto, na Itália.

E, com sua terceira vitória seguida, a tenista de 24 anos mantém a boa sequência neste início de temporada. Na semana passada, obteve seus primeiros triunfos em um torneio da WTA, em Cali, na mesma Colômbia. Agora, ela já acumula três seguidos, incluindo a eliminação de uma das favoritas ao título, a francesa Alize Cornet, na quarta-feira.

 

Nesta sexta, Teliana só teve dificuldade em quadra no início da partida, quando precisou salvar dois break points. Mais confiante, após evitar a quebra, impôs duas quebras à rival e emplacou quatro games seguidos, encaminhando o set inicial.

O segundo set, diante da 90ª colocada do ranking, foi parecido com o primeiro. Teliana obteve uma quebra no início, mas sofre outra logo na sequência. Sem se abalar com a tentativa de reação da adversária, faturou quatro games em sequência e confirmou a vitória.

Em busca de mais um triunfo em Bogotá, Teliana terá pela frente agora a argentina Paula Ormaechea, que avançou nesta sexta ao derrotar a espanhola Maria Teresa Torro por 6/1 e 7/5. Ormaechea ocupa o 198º posto do ranking da WTA.

A brasileira, por sua vez, é a 156ª colocada. Mas deve subir boas posições ao fim da competição, se aproximando do Top 100, o que poderia garantir-lhe uma vaga direta na chave principal de Roland Garros, em maio.