O técnico Paulo Bento comemorou a volta de Cristiano Ronaldo à seleção de Portugal, depois de período em que o craque passou apenas tratando de lesão muscular na coxa e tendinite no joelho da perna esquerda, após se apresentar ao elenco em 29 de maio. O atacante atuou por 65 minutos na vitória por 5 a 1 de sua equipe contra a Irlanda, na última terça-feira à noite, em Nova Jersey, nos Estados Unidos.

“Acho que ele desempenhou bem, considerando que não vinha jogando. Atletas como Ronaldo são importantes em todos os times em que atuam e o mesmo vale para nós”, disse o treinador português. Raul Meireles e Pepe, recuperados de lesões musculares na coxa esquerda e na panturrilha direita, respectivamente, também disputaram a partida.

“Houve um cuidado para gerir todos da melhor maneira”, disse Bento após o terceiro amistoso da preparação portuguesa para o Mundial. Antes, a seleção lusitana bateu o México por 1 a 0 na última sexta-feira, em Foxborough, e em 31 de maio empatou por 0 a 0 com a Grécia, em Oeiras – em ambas ocasiões sem Cristiano Ronaldo.

“Não vamos deslumbrados ao Brasil, mesmo depois do resultado alcançado contra a Irlanda e com a exibição que tivemos. Não somos a melhor seleção do mundo e também não somos tão ruins como quiseram crer quando empatamos com a Grécia”, analisou o treinador, que vai comandar Portugal no Grupo G da Copa, contra Alemanha, Gana e Estados Unidos.