Na breve entrevista coletiva depois da eliminação na Copa Libertadores o técnico do São Paulo, Milton Cruz, citou o passado para se consolar da queda para o Cruzeiro, no Mineirão, nesta quarta-feira. O comandante relembrou que em outras oportunidades a equipe também deu adeus à competição continental, mas reagiu e conquistou o título brasileiro.

Esse roteiro se repetiu entre 2006 e 2008. Na ocasião, Milton Cruz era coordenador técnico da comissão chefiada por Muricy Ramalho e participou das campanhas vitoriosas. “Temos condições de fazer um bom papel no Campeonato Brasileiro. O São Paulo já foi eliminado da Libertadores em outras ocasiões, conseguiu reagir e foi campeão brasileiro”, relembrou.

O técnico minimizou críticas ao time e elogiou a campanha do São Paulo. “Agora é hora de ter calma. Não é porque foi eliminado que o elenco é ruim, que o time não tem qualidade”, explicou. Em oito jogos no comando da equipe, Milton Cruz tem seis vitórias e duas derrotas. Pela Libertadores, ele disputou quatro partidas.

A derrota por 4 a 3 nos pênaltis, antecedido pelo revés por 1 a 0 no tempo normal, fez o time ainda lamentar o placar magro construído na semana anterior, no Morumbi. “Lá fomos melhores, tivemos oportunidades de matar a classificação. Hoje (Nesta quarta-feira) deixamos a desejar, não jogamos o que vínhamos jogando. O Cruzeiro é um grande time. Fomos para os pênaltis, aí é loteria”, disse.