O Roma Apucarana segue sem vencer no Paranaense 2012, mas o técnico Pedro Caçapa continua ganhando um voto de confiança de sua diretoria. O presidente do Tricolor da Cidade Alta, Sergio Kowalski, limpou a barra do comandante e atribuiu às improvisações a atual campanha da equipe. “Infelizmente, é isso mesmo. Não é culpa do treinador”, disse, ressaltando que também faz parte da filosofia do clube dar prazos mais longos de trabalho aos seus comandantes. Com dois meio-campistas entregues ao departamento médico – Leo e Pedro Ivo -, o Roma precisou contratar na posição. Na semana passada, chegou Rilber, ex-Operário de Ponta Grossa. O jovem Pacato, surgido nas categorias de base, também ganhou espaço no time profissional. Amanhã, pela 6.ª rodada, o Tricolor recebe o Rio Branco.