enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Técnico da Costa Rica diz não temer ‘grupo da morte’

A Costa Rica pode ser considerada a grande azarada do sorteio das chaves da Copa do Mundo de 2014, realizado nesta sexta-feira, na Costa do Sauipe (BA). Caiu no “grupo da morte”, junto com os campeões mundiais Uruguai, Itália e Inglaterra. Apesar disso, o técnico da seleção costa-riquenha, o colombiano Jorge Luis Pinto, disse não temer o gigantesco desafio que terá pela frente.

“Antes do sorteio, disse que não tinha medo de ninguém e agora ratifico isso. Não temos medo de ninguém”, afirmou Jorge Luis Pinto, após assistir ao sorteio desta sexta-feira, quando viu a sua seleção cair no grupo mais difícil do Mundial no Brasil. “Quanto mais bravo o touro, melhor é o percurso. Quero ver uma Costa Rica grande, com vontade de ganhar.”

Dizendo conhecer “perfeitamente” os três adversários, o treinador tentou mostrar otimismo diante da dificuldade do Grupo D. Mas, apesar disso, a Costa Rica ficou com o papel de mero coadjuvante numa chave tão forte, com mínimas chances de conseguir avançar para as oitavas de final e repetir sua melhor campanha em Mundial, em 1990 – também disputou as edições de 2002 e 2006.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas