O técnico da Costa do Marfim, Sabri Lamouchi, não poupou sua seleção de críticas após a derrota por 2 a 1 para a Bósnia-Herzegovina, em partida realizada na sexta-feira em Saint Louis, nos Estados Unidos. O amistoso foi o primeiro da seleção africana antes do início da Copa do Mundo.

“Lógico que nós perdemos porque cometemos muito mais erros do que nosso adversário. Você não pode vencer jogando fizemos desta vez. Foram muitas decisão ruins no primeiro tempo. Tivemos uma pequena melhora no segundo tempo, mas não fomos capazes de realmente ameaçar nosso rival”, disse o treinador francês, que tentou não ver apenas o lado negativo. “Houve pontos positivos, como dar chance a jogadores que não atuam regularmente”, afirmou.

A Costa do Marfim volta à campo em 4 de junho para enfrentar El Salvador, em Dallas, também em solo americano. “No próximo amistoso nós teremos a chance de ver de um jeito melhor o time que imaginamos que vai iniciar o jogo contra o Japão”, disse Lamouchi, citando o adversário de estreia de sua seleção na Copa do Mundo no Brasil.

Depois do confronto com os japoneses em 14 de junho, na Arena Pernambuco, em Manaus, a Costa do Marfim enfrenta a Colômbia cinco dias depois, no Mané Garrincha, em Brasília. A participação da seleção africana no Grupo C termina contra a Grécia, no Castelão, em Fortaleza, em 24 de junho.