Santos – A seleção brasileira é passado no Santos. A comissão técnica e os jogadores só querem saber de continuar reagindo no Campeonato Brasileiro, ganhar do São Paulo, domingo, no Morumbi, para diminuir a diferença de oito pontos do líder e entrar na luta pelo título.

A vitória por 3 a 2 contra o Juventude, depois de quatro resultados negativos, a recuperação de importantes titulares que estavam machucados e a certeza de que Vanderlei Luxemburgo vai comandar o time até a final do Brasileirão melhoraram o ambiente santista.

Os jogadores se reapresentaram ontem à tarde, no CT Rei Pelé, e treinaram fisicamente. Luxa só apareceu em campo quando o grupo já estava sendo trabalhado pelo preparador físico Antônio Melo e, mesmo percebendo a grande movimentação da imprensa, mandou dizer que, outra vez, só dará entrevista na manhã de sábado.

Não deve ser fácil para o técnico santista, que tinha convicção de que seria o substituto de Parreira, responder sobre a escolha de Dunga para dirigir a seleção.

Só Rodrigo Tabata deu entrevista, dizendo que o Santos ganhou pelo fato de Luxemburgo não ter sido escolhido para dirigir a seleção. ?A gente não torceu contra.

E sabemos que ele tem qualificação para dirigir a seleção. Mas, como não foi chamado pelo CBF, quem ganha é o Santos?, disse o meia.