Os brasileiros estão dando show em Trestles, na oitava etapa do Circuito Mundial de Surfe, que está sendo disputada na Califórnia. Nesta sexta-feira, todos entraram na água para a terceira fase, que é eliminatória, venceram suas baterias e se garantiram na quarta fase. São seis representantes do País entre os 12 classificados: Adriano de Souza, Filipe Toledo, Miguel Pupo, Italo Ferreira, Wiggolly Dantas e Gabriel Medina.

O atual campeão do mundo despachou o australiano Bede Durbidge por 16,50 a 15,10 pontos, com direito a um incrível aéreo que lhe rendeu 8,83 pontos. “Foi bem divertido, mas o mar estava traiçoeiro. O Bede é muito bom nessa onda e estou feliz em avançar. A terceira fase é complicada, mas mantive o foco nas minhas ações. Quero continuar me divertindo, porque é muito bom surfar aqui”, explicou Medina.

O dia começou com vitória de Miguel Pupo, que precisava do resultado para melhorar sua colocação no ranking mundial. Ele eliminou Julian Wilson, um dos candidatos ao título da temporada. “Treinei muito e vi o que podia fazer para melhorar as minhas notas. Queria começar primeiro e colocar a pressão no Julian. Sorte que eu consegui. Depois do Taiti, fui para casa, fiquei com a família e mudei muitas coisas. Estou feliz por passar por mais uma bateria”, afirmou o garoto de Maresias.

Na sequência, Italo Ferreira tirou o australiano Matt Wilkinson e confirmou a boa campanha que faz na temporada, que o credencia ao título de melhor estreante na elite do surfe. “Essa onda é maravilhosa, parece com a da minha casa. Estou muito feliz. Tento dar o meu melhor em todas as baterias e gosto de sentir o momento. Estou orgulhoso e espero passar a próxima fase”, disse o potiguar.

Ele e Miguel enfrentarão na quarta fase o talentoso Filipe Toledo, que não deu chances para Michel Bourez. “Fiquei feliz por enfrentá-lo aqui em Trestles. Somos amigos e dividimos a mesma casa lá no Taiti. Quero me divertir e vou dar o meu melhor na próxima fase”, disse Filipe Toledo, que já vê com ansiedade o duelo entre brasileiros.

Quem também terá adversário brasileiro é Adriano de Souza, o Mineirinho, que vai enfrentar Wiggolly Dantas e o australiano Joel Parkinson, que vem fazendo uma competição excelente. “Eu preciso trabalhar em tudo, minha estratégia, meu surfe e minha habilidade. Mas eu nunca desisto e não vou parar. Estou muito feliz por ter vencido esta bateria e por estar agora na quarta fase. Espero encontrar as melhores ondas e ganhar novamente”, avisou Mineirinho.

Ele eliminou o irlandês Glenn Hall e se garantiu na quarta fase. “Foi a bateria mais difícil que já disputei aqui em dez anos. O Glenn é um competidor que as pessoas temem e eu não, mas perdemos muito tempo brigando no começo. Prestei muita atenção nos seus movimentos e estou feliz em passar. Agora começa tudo de novo e espero achar boas ondas para vencer de novo”, comentou o atleta, ciente de que na quarta fase, o vencedor avança direto para as quartas de final e os perdedores ainda têm uma chance na quinta fase, que é uma repescagem.

QUARTA FASE:

1ª bateria – Miguel Pupo x Italo Ferreira x Filipe Toledo

2ª bateria – Joel Parkinson x Wiggolly Dantas x Adriano de Souza

3ª bateria – Mick Fanning x Nat Young x Adrian Buchan

4ª bateria – Kelly Slater x Gabriel Medina x Owen Wright