Brasília – A Brasil Telecom enfrenta hoje o time de Campos pela terceira rodada da Superliga 2004/2005, em jogo que marca uma disputa entre pai e filha. De um lado o técnico da equipe brasiliense, William Carvalho, ex-levantador da seleção brasileira e medalha de prata nas Olimpíadas de Los Angeles/84. Do outro, a líbero do time carioca Sthephany Carvalho, filha de William. A partida será às 20h no ginásio do Colégio Maristão.

Apesar de ser a primeira vez que William enfrentará o time da filha em uma Superliga, o técnico da Brasil Telecom contou que o fato de jogar contra Sthephany é algo comum para ele, pois os dois já estiveram nesta situação cinco vezes este ano – o time da filha levou a melhor em quatro duelos. "É normal", garantiu o treinador. "Já jogamos pelo Campeonato Carioca, em um torneio em Poços de Caldas e duas vezes em Brasília em amistosos. Quando vejo as partidas da minha filha pela televisão torço muito por ela. Mas esse não é o caso. Aqui é ela defendendo o lado dela e eu defendendo o meu".