Carsten Horst

a equipe Mitsubishi Racing venceu 6 de 10 etapas do 13º. Rally dos Sertões.

Com mais uma vitória ? a 6ª. em 10 etapas ? a equipe Mitsubishi Racing encerrou sua participação no 13º. Rally dos Sertões, que chegou hoje em Goiânia, após percorrer 4.553 km, passando por 10 cidades. A dupla bicampeã da prova, Guilherme Spinelli/Marcelo Vívolo foi a vencedora da 10ª. e última etapa, de 110 km, que saiu de Brasília rumo a Goiânia. Dos 82 carros que largaram, 50 retornaram a Goiânia.

No total, a equipe Mitsubishi Racing venceu 6 de 10 etapas, além do prólogo. Cinco especiais foram vencidas por Spinelli/Vívolo e a outra foi conquistada por Maurício Neves/Youssef Haddad, ao volante da Mitsubishi L200 Evolution.
Hoje, Neves/Haddad teve um pneu furado e terminou em 6º. Lugar. No resultado final geral de carros, Spinelli/Vívolo ficou na 8ª. posição e 3º. Na categoria. Já Neves/Haddad ficou em ?? na geral e 11º. na categoria. A vitória na geral ficou com Edu Piano/Rogério Almeida (Chevrolet S10).

Problemas técnicos enfrentados pelas duplas da Mitsubishi Racing no início do rally, tiraram as chances da equipe disputar o título desse ano. ?No início, tivemos três infelizes dias e ficou inviável disputar a ponta. Foi uma pena, mas ficou um aprendizado: conviver com andar atrás. Assim é a competição e vencer no Sertões é uma raridade. Essa não foi nossa vez. Vamos para o próximo?, lamentou Spinelli.

Neves e Youssef também lamentaram: ?Que pecado ! Temos um carro muito forte, resistente e rápido, mas fomos surpreendidos com um problema no motor exatamente no dia da etapa maratona, 2º. Dia de prova, quando não era permitido apoio mecânico. Tomamos uma penalização e ficou inviável brigar pelo título. Foi uma crueldade o que aconteceu com a gente nesse rally?, desabafou Maurício.

Para o diretor da equipe, Luiz Rosenfeld, o que aconteceu foi uma fatalidade. ?Fomos surpreendidos com alguns componentes de fornecedores que apresentaram falha técnica. No retorno a São Paulo, vamos investigar essas falhas e entender o que aconteceu, visando ações preventivas para não se repetirem. Quanto a equipe, está de parabéns! Foi muito bem, concentrada, dedicada, realizamos um excelente trabalho. Lógico que ficou a frustração com o resultado, pois nossos carros são muito rápidos e resistentes. Mas no automobilismo, é normal acontecerem essas coisas?, avaliou.

Resultados do dia – Geral Carros
1.Guilherme Spinelli/Marcelo Vívolo (Mitsubishi L200Evo), 1h38m42
2.João Franciosi/Fabrício Abrantes (Mitsubishi L200RS), 1h39m51
3.Klever Kolberg/Luiz Carlos Palú (Mitsubishi L200Evo), 1h39m51
4.Paulo Nobre/Dico Teixeira (Mitsubishi L200Evo), 1h42m59
5.Reinaldo Varela/Bruno Mega (Mitsubishi L200RS), 1h44m18
6.Maurício Neves/Youssef Haddad (Mitsubishi L200 Evo), 1h45m53

Classificação acumulada ? Geral Carros
1.Edu Piano/Rogério Almeida (Chevrolet S10), 26h51m00
2.Ulysses Bertholdo/Rafael Capoani (Mitsubishi L200RS), a 36m07
3.Reinaldo Varela/Bruno Mega (Mitsubishi L200RS), a 50m33
4.João Franciosi/Fabrício Abrantes (Mitsubishi L200RS), a 50m37
5.Klever Kolberg/Luiz Palu (Mitsubishi L200 Evo), a 1h02m08
6.Riamburgo Ximenes/Flavio Marinho (Mitsubishi L200RS), a 1m15m51
7.Marcos Baumgart/Giba Barricatti (Mitsubishi L200Evo), a 1h50m57
8.Guilherme Spinelli/Marcelo Vívolo (Mitsubishi L200Evo), a 2h23m27
9.Moacir Costa/Alexandre Oliveira (Mitsubishi L200RS), a 3h03m17
10. Richard Vaders/José Spacassassi (Protótipo), a 3h22m23
46.Maurício Neves/Youssef Haddad (Mitsubishi L200Evo), a 20h31m54

Classificação categoria Protótipo
1.Edu Piano/Rogério Almeida (Chevrolet S10), 26h51m00
2.Klever Kolberg/Luiz Palu (Mitsubishi L200 Evo), a 1h02m08
3.Guilherme Spinelli/Marcelo Vívolo (Mitsubishi L200 Evo), a 2h23m27
11.Maurício Neves/Youssef Haddad (Mitsubishi L200 Evo), a 20h30m42