Foto: Valquir Aureliano/Tribuna
Batatais (esq.), Índio e o capitão Ânderson serão as muralhas do Coxa contra o ataque do Icasa.

Vencer o Icasa é a única alternativa para o Coritiba na noite de hoje. Na estréia do técnico Estevam Soares, o Coxa joga sua permanência na Copa do Brasil e qualquer resultado além da vitória pode desenVencer o Icasa é a única alternativa para o Coritiba na noite de hoje. Na estréia do técnico Estevam Soares, o Coxa joga sua permanência na Copa do Brasilcadear uma nova crise no Alto da Glória.

A primeira partida, em Juazeiro do Norte (CE), terminou com um empate em 0 a 0. Com um homem a menos durante todo o segundo tempo, o time coxa-branca teve que suportar uma intensa pressão dos cearenses para não sair de campo com a derrota. No Couto Pereira, a história terá que ser diferente. O Coritiba precisa se impor para ficar com a vaga, pois um novo empate sem gols leva a decisão para os pênaltis e qualquer outro resultado, além de uma vitória alviverde, garante o Icasa na próxima fase.

O time que vai encarar o desafio é quase o mesmo que venceu a Adap por 2 a 1, no último domingo, pelo campeonato estadual. A única novidade é o retorno de Jackson ao meio-campo, no lugar de Julinho. Assim, a equipe continua escalada no sistema 3-5-2, com Índio, Ânderson e Marcelo Batatais formando o trio de zagueiros.

A necessidade da vitória a todo custo pode ser traiçoeira com o Coxa. Ao mesmo tempo em que terá que partir para o ataque, o time alviverde não pode descuidar da defesa. Como o regulamento dá peso maior ao gol marcado fora de casa, qualquer desatenção pode ser fatal. ?Precisamos ter bastante atenção para que eles não nos peguem mal posicionados. Então temos que ter tranqüilidade aqui atrás e deixar que os jogadores da frente possam definir o jogo?, diz o capitão Ânderson.

Mas a preocupação com a defesa não pode significar falta de ofensividade. ?É um jogo perigoso para nós. Mas estamos jogando dentro do Couto Pereira e temos que conseguir a vitória. Por isso vamos entrar forte, buscando o gol a todo momento para sair daqui classificados?, garante Jackson.

Para conquistar o objetivo, o elenco coxa-branca considera que o apoio da torcida será fundamental. ?É o momento do torcedor comparecer e ter paciência com a equipe. Peço para que eles nos ajudem, nos apóiem para que a gente consiga essa classificação?, pede Estevam Soares.

Se passar pelo Icasa, o Coritiba enfrenta na segunda fase o vencedor do confronto entre Náutico (PE) e Rio Branco (AC), que jogam hoje, em Recife. O time pernambucano venceu a primeira partida por 1 a 0, na casa do adversário, e precisa de um empate para garantir a vaga.

Estevam imprime seu ritmo aos treinos do Verdão

O treino da tarde de ontem, no Couto Pereira, mostrou aos jogadores do Coxa o estilo de Estevam Soares. O novo técnico alviverde comandou um trabalho tático, em que apenas os titulares trocavam passes, desde a defesa até o gol. Durante o trabalho, o técnico cobrou movimentação, velocidade e reclamou bastante dos erros de passe e de posicionamento.

A voz de Estevam ecoava no estádio vazio. ?Olha o passe!?, ?rápido, rápido!?, ?vira o jogo!?, ?atenção, não pode errar aí!?, gritava o treinador, mostrando um estilo diferente de seu antecessor. Enquanto Márcio Araújo quase não fazia notar sua presença durante os treinamentos, o atual comandante gesticula e grita sem parar com os jogadores, exigindo dedicação e empenho total a cada instante.

Nem mesmo após o treino Estevam deixou de lado as cobranças. ?A rapaziada quer vencer, mas ainda está um pouco distraída. De repente, debaixo do gol o cara chuta por cima, outro erra um passe bobo?, critica. ?Nós temos que nos concentrar mais. Ter essa busca incessante pela perfeição, de poder atingir um estágio de excelência. Para atingir isso, nos treinamentos você tem que dar cem por cento. Na concentração tem que estar ligado, tem que estar vibrando e pensando naquilo que vai fazer?, exige.

Para o treinador, o time ainda tem que melhorar bastante para superar o desafio de voltar à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. ?Em alguns momentos, a gente sentiu a equipe com vontade, correndo, dando pique, mas muito aquém emocionalmente e de concentração daquilo que nós esperamos?, conclui.

COPA DO BRASIL
1.ª fase ­ jogo de volta
Árbitro: José Acácio da Rocha (SC)
Assistentes: Joel Vronsky e Ângelo Rudimar Rechi (SC)
Local: Estádio Major Antônio do Couto Pereira, em Curitiba
Horário: 20h30

CORITIBA x ICASA-CE

Coritiba
Artur; Anderson, Índio e Marcelo Batatais; James, Peruibe, Guaru, Jackson e Ricardinho; Eanes e Jefferson. Técnico: Estevam Soares.

Icasa-CE
Valdo; Ivan, Nelsinho, Alex Costa e Paulinho; Marco Antônio, Totonho, Tiago e Alcimar; Marciano e Cristóvão. Técnico: Jorge Luiz.