Totonto, do Haras Campo Belense,
pode figurar com destaque na
Prova Especial Carlos Eduardo.

O tradicional Clássico Criadores, com patrocínio da ACPCCP, mesmo sem campo numeroso, está sendo aguardado com interesse. Entre os sete produtos da geração 2001, Double Dream e a parelha Reflexions/Fleetwood Mac já correram no Tarumã, os três com vitória. Privilegiado e Escriba são inéditos, enquanto Camden e Bear Hunter já venceram em Cidade Jardim e, desta forma, figuram como prováveis favoritos.

Uma corrida, portanto, que é aguardada com expectativa e por esta razão deverá contribuir para que bom movimento de apostas seja registrado nos arremates da noite de amanhã, no Tattersall da ACPCCP, com início às 20 horas.

Contando a reunião de sábado com elevado número de estreantes, muitos levados com esperança por seus responsáveis, espera-se que melhore o movimento de apostas, pois até agora as reuniões diurnas não proporcionaram resultado razoável.

Data

As reuniões diurnas realmente atraem maior público quando realizadas no domingo, mas até agora não houve uma definição. Além das corridas desta semana estarem marcadas para sábado, já foi anunciado que a última reunião do mês também foi antecipada para sábado.

Somos de opinião que, já que o Jockey Club optou pela promoção de corridas diurnas, as mesmas sejam nos domingos e, apenas em circunstâncias excepcionais deveriam ser antecipadas.

São Paulo

Destaca-se como corrida mais importante de sábado, em Cidade Jardim, Prêmio Especial Joaquim da Cunha Bueno, na distância de 1.400 metros, grama, com a participação de cinco animais: Regineida (V.Leal), Rijanaina (G.Assis), Laluna (M.Aurélio), Xambuia (H.Freitas) e Bossy (J.Henrique).

Com sete competidores, o Prêmio Jayme Torres será corrido na tarde de domingo, na distância de 1.400 metros, com a participação de Arthur’s (M.Lourenço), Quality Team (R.Souza), Perestelo (M.Pereira), Primário do Faxina (L.J.Santos), Leme da Guanabara (M.Fontoura), Oliva’s Story (V.Leal), Namorado (J.Moreira) e Kalibanos (W.Blandi).