Num momento de clara instabilidade na competição em especial de sua zaga – o Paraná Clube está prestes a ganhar um reforço para o setor. Recuperado de uma cirurgia no joelho direito (ruptura dos ligamentos cruzados), Luís Henrique está voltando.

E muito antes do previsto. Pouco mais de quatro meses. Este foi o tempo de recuperação do jogador. “Sua evolução é ótima”, confirmou o fisiologista Marcos Walczak.

Luís Henrique não conseguia disfarçar a empolgação. “Foi um período difícil. Foram duas cirurgias. Mas, tô aí, voltando e acreditando que posso ajudar”. O zagueiro chegou à Vila Capanema ontem à tarde, animado pelo resultado de seu teste no Cybex.

O equipamento, que mede o equilíbrio muscular do atleta, comprovou que Luís Henrique está muito bem. “Foi uma recuperação impressionante. Tanto que já o estamos liberando para alguns trabalhos com bola”, confirmou Walczak.

Aprovado neste teste, Luís Henrique já colocou uma meta na sua cabeça. Dentro de duas semanas já espera estar trabalhando com o grupo principal do Paraná. “Venho aprimorando a condição física há duas semanas. O quanto antes espero estar à disposição da comissão técnica.

O resultado desse teste só me dá mais confiança para seguir trabalhando forte”, comentou o jogador, que numa avaliação inicial, só voltaria aos gramados no ano que vem.

Este foi o período mais difícil na carreira do jogador. Luís Henrique, 30 anos, precisou passar por uma cirurgia no ano passado, para a correção de uma tendinite no joelho.

Retornou aos gramados em fevereiro. Foram apenas catorze jogos e, quando estava recuperando o ritmo de jogo, sofreu a nova lesão (no dia 11 de abril, em um clássico contra o Coritiba), esta muito mais grave. “Felizmente isso é passado. Não vejo a hora de voltar e ajudar o Paraná nessa reta final da Segundona”, arrematou o xerifão.