As dificuldades continuam para o Atlético bater o martelo quanto à contratação do novo treinador. Até o final da tarde de ontem nada havia sido definido, apesar da diretoria correr contra o relógio, pois gostaria que o escolhido acompanhasse o jogo de amanhã contra o Fluminense, em Londrina.

Após a recusa de Emerson Leão, Cuca também não aceitou o convite. Segundo informações, o técnico está com contrato engatilhado com um clube dos Emirados Árabes. Assim ele daria um tempo na direção de times brasileiros que o tem desgastado bastante.

A bola da vez é Sérgio Guedes, que confirmou a sondagem. Em conversa com o Paraná Online o ex-técnico do Santo André disse ver com bons olhos a oportunidade de dirigir o Atlético. Já que, conforme as palavras dele, é um clube de expressão que conta com boa estrutura, camisa, tradição e torcida forte.

A organização do Furacão também foi citada, já que Guedes guarda fresco na memória o motivo que o afastou do clube paulista. A ingerência em seu trabalho como treinador. Assumir o desafio de comandar um Atlético na zona de rebaixamento também não assusta o treinador.

“Não acho difícil por tudo que falei anteriormente. A diretoria também tem que dar o respaldo, uma retaguarda”, afirmou. A negociação está sendo conduzida pelo empresário do treinador Tiago Taveira.