A norte-americana Serena Williams contou com uma reação impressionante nesta quinta-feira para se garantir na terceira rodada do Aberto da Austrália. A número 1 do mundo venceu dez games seguidos para fechar o jogo contra a russa Vera Zvonareva, hoje apenas a 203ª colocada no ranking da WTA, triunfando por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/0, em 1 hora e 25 minutos.

Após um começo de jogo equilibrado, Zvonareva conseguiu uma quebra de serviço no sétimo game e em seguida fez 5/3. Ameaçada de perder o primeiro set, Serena reagiu e virou o placar para 7/5, ganhando quatro games seguidos. E a série se ampliaria para dez, com a norte-americana aplicando um “pneu” no segundo set.

Assim, Serena assegurou a sua oitava vitória em dez jogos com Zvonareva, que já foi a número 2 do ranking da WTA, mas vem sofrendo com as lesões nos últimos anos. Na terceira rodada do Aberto da Austrália, a norte-americana vai encarar a ucraniana Elina Svitolina, número 26 do mundo, que derrotou a norte-americana Nicole Gibbs com um duplo 7/6.

No duelo entre ex-líderes do ranking da WTA, Victoria Azarenka foi quem se deu melhor. A número 44 do mundo se manteve viva no Aberto da Austrália ao superar a dinamarquesa Caroline Wozniacki, atualmente em oitavo lugar no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2, em 1 hora e 37 minutos.

Esta foi a primeira vez em oito participações em que Wozniacki não avançou para a terceira rodada do Aberto da Austrália. Já Azarenka, dona de dois títulos em Melbourne, empatou em 4 a 4 o retrospecto com a dinamarquesa e agora vai enfrentar a checa Barbora Zahlavova Strycova, número 23 do mundo, que venceu a taiwanesa Chang Kai-Chen (6/1 e 7/5).

Número quatro do mundo, a checa Petra Kvitova avançou nesta quinta em Melbourne ao derrotar a alemã Mona Barthel, 43ª colocada no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4, em 1 hora e 19 minutos, deixando para trás as campanhas ruins no Aberto da Austrália em 2013, quando caiu na segunda rodada, e em 2014, quando perdeu na estreia.

Em boa fase, Kvitova foi campeã do Torneio de Sydney na semana que antecedeu o Aberto da Austrália e agora terá pela frente a norte-americana Madison Keys, número 35 do mundo, que passou pela australiana Casey Dellacqua (2/6, 6/1 e 6/1).

A polonesa Agnieszka Radwanska triunfou com ainda mais facilidade nesta quinta. A número 6 do mundo precisou de apenas 44 minutos para vencer a sueca Johanna Larsson, 70ª colocada no ranking, com parciais de 6/0 e 6/1, no primeiro jogo do dia na Rod Laver Arena, a principal quadra do Melbourne Park.

Radwanska venceu 50 dos 66 pontos disputados na partida. Na terceira rodada, a polonesa vai enfrentar a norte-americana Varvara Lepchenko, número 30 do mundo, que eliminou a croata Ajla Tomljanovic (6/1 e 7/6).

Já a norte-americana Venus Williams, número 18 do mundo, derrotou a compatriota Lauren Davis, 53ª colocada no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3. Sua próxima oponente será a italiana Camila Giorgi, número 33 do mundo, que bateu a checa Tereza Smitkova (6/1 e 6/4).

Atual vice-campeã do Aberto da Austrália, a eslovaca Dominika Cibulkova se garantiu na terceira rodada ao derrotar a búlgara Tsvetana Pironkova, 52ª colocada no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/0. Na terceira rodada, a número 10 do mundo vai encarar a francesa Alize Cornet, 19ª colocada no ranking, que derrotou a checa Denise Allertova (6/4, 6/7 e 6/2).

Ainda nesta quinta-feira, a norte-americana Madison Brengle, a suíça Timea Bacsinzky e a espanhola Garbine Muguruza Blanco triunfaram e também se classificaram para a terceira rodada do Aberto da Austrália.