Por falta de vento nesta sexta-feira em Varberg, na Suécia, a última regata do Mundial da classe Star foi adiada para sábado. As quatro duplas brasileiras que disputam o campeonato não têm mais chances de título, inclusive Robert Scheidt e Bruno Prada, que eram favoritos.

A melhor dupla brasileira no Mundial é formada por Lars Grael e Ronald Seifert, ocupando o 10º lugar. Enquanto isso, Robert Scheidt e Bruno Prada, que já foram vice-campeões olímpicos e campeões mundiais na classe Star, aparecem na 12ª colocação.

Entre os outros brasileiros no Mundial, Horácio Carabelli e Ubiratan Mattos estão em 27º lugar, enquanto André Mirsky e Marcelo Jordão aparecem na 47ª colocação. E a liderança do campeonato é dos neozelandeses Hamish Pepper e Craig Monk.

“A situação aqui está bem adversa e acabou nos surpreendendo. Antes do Mundial, no período de treinamento, pegamos ventos muito fortes, que chegaram até a interromper velejadas”, lembrou Scheidt, ao lamentar as condições de disputa do campeonato.