A seleção brasileira desembarcou às 9h30 no Aeroporto Internacional de Boston, nos Estados Unidos, com mais uma ausência por contusão. O lateral-esquerdo Marcelo foi submetido a uma ressonância magnética na parte posterior da coxa esquerda que identificou uma pequena lesão muscular e não terá condições de participar do próximo jogo, na terça-feira, contra Portugal, confirmando o prognóstico dado após a vitória por 6 a 0 sobre a Austrália no sábado. O técnico Luis Felipe Scolari não convocará outro jogador.

A chegada aos Estados Unidos foi tranquila, apenas com um pequeno grupo de torcedores. Exaustos com a viagem realizada na madrugada deste domingo, os jogadores acenaram à distância, mas não pararam para cumprimentos. Os atletas ganharam o domingo de folga e farão na tarde desta segunda-feira um treinamento para o amistoso contra Portugal.

Marcelo foi o sexto brasileiro contundido na fase de preparação iniciada na semana passada. Artilheiro da Copa das Confederações, o atacante Fred nem sequer se apresentou com lesão da coxa que pode tirá-lo do restante da temporada. O atacante Alexandre Pato foi convocado para seu lugar. O atacante Hulk, com um problema muscular na coxa direita, e o lateral-direito Daniel Alves, com dores no tornozelo direito, apresentaram-se lesionados na última segunda-feira e foram cortados. A comissão técnica convocou Marcos Rocha, do Atlético-MG, para a lateral direita, e o atacante do Zenit ficou sem substituto.

Felipão ganhou outro problema na quinta-feira, durante treino no Centro de Capacitação Física do Corpo de Bombeiros, em Brasília. Oscar pisou em falso e ficou fora do amistoso contra a Austrália. O meia, no entanto, deve enfrentar Portugal.