Jean Chera já foi visto como um potencial melhor jogador do mundo. Aos 20 anos, entretanto, ainda não mostrou a que veio no futebol. Mesmo assim, ganhou uma nova chance no Santos. Mesmo sem nunca ter sequer treinado com os profissionais do clube após acertar seu retorno à Vila Belmiro, o atacante teve seu contrato renovado e permanece ligado ao Santos até o fim do ano.

Quando ainda era apontado como sucessor de Neymar, Chera pediu um contrato que lhe renderia salários de mais de R$ 100 mil ainda no juvenil. O Santos não topou e o pai do jogador decidiu levá-lo ao Genoa, da Itália. O jogador tinha 16 anos à época.

Sem nunca ter jogado, Chera depois se transferiu para Flamengo, Atlético-PR, Cruzeiro, Oeste, Craiova (Romênia), Paniliakos (Grécia), Buelna (Espanha) e Cuiabá. Em agosto, voltou ao Santos com um currículo de quatro partidas profissionais, todas pelo time da segunda divisão grega.

Nesta sexta-feira, o Boletim Informativo Diário (BID) da CBF publica a renovação de contrato do atacante com o Santos até 31 de dezembro de 2016. Jean Chera, entretanto, não fica na Vila. Ele será emprestado para o Vitória de Santo Antão, clube pelo qual deverá disputar o Campeonato Pernambucano.