O Atlético-PR estreia nesta terça-feira na fase de grupos da Libertadores. Depois de suar para passar por Millonarios e Deportivo Capiatá, a equipe entra em campo diante da Universidad Católica na Arena da Baixada, às 21 horas, com um importante desfalque: o atacante Grafite.

O jogador de 37 anos está suspenso porque recebeu três cartões amarelos nos estágios preliminares da Libertadores. Por isso, será uma baixa sentida no comando de ataque do time paranaense.

Sem o experiente centroavante, o técnico Paulo Autuori fez mistério no último treino antes do confronto. Nesta segunda-feira, ele permitiu que a imprensa acompanhasse somente 15 minutos da atividade, sem dar pistas sobre os titulares.

Se não revelou quem será escalado, Autuori ao menos descartou uma das possibilidades. Recém-contratado, o brasileiro naturalizado croata Eduardo da Silva não fará sua estreia pelo clube nesta terça. De acordo com o treinador, ele ainda não reúne condições físicas para jogar e está descartado.

Outras dúvidas giravam em torno do zagueiro Paulo André e dos meio-campistas Lucho González e Nikão. Os três chegaram a ser poupados de alguns dos últimos treinos do Atlético-PR, mas a tendência é que estejam em campo como titulares diante da Universidad Católica.

Com isso, o Atlético-PR deve ter somente uma novidade em relação ao time que derrotou o Capiatá por 1 a 0 no último dia 22. Felipe Gedoz deve entrar na vaga de Grafite e atuar como meia, deixando Pablo como único atacante centralizado. Apesar de ser reserva, Gedoz foi importante na classificação do time paranaense, tendo inclusive marcado dois gols no empate por 3 a 3 contra o time paraguaio, no último dia 15.

Do outro lado, o Atlético-PR terá pela frente uma equipe em crise. A Universidad Católica vive péssima fase neste início de campanha no Campeonato Chileno e perdeu quatro das cinco partidas que disputou, retrospecto que a deixa na penúltima colocação. Na derrota para o Colo-Colo no último fim de semana, o técnico Mario Salas chegou a ser expulso por discutir com árbitro e adversários.

A esperança para a partida em Curitiba é a ausência de desfalques, já que Salas tem todos os jogadores à disposição. Entre os principais nomes da equipe estão os meias Fuenzalida, constantemente convocado para a seleção chilena, e Diego Buonanotte, revelado pelo River Plate, e o atacante Santiago Silva, que no Brasil defendeu as cores do Corinthians.