O Santos não passou de um empate por 1 a 1 com o Fluminense hoje, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, e continua sem vencer na competição. A equipe treinada pelo técnico Muricy Ramalho soma agora três empates em três jogos. Já o Fluminense chegou aos cinco pontos -tem uma vitória e dois empates.

A partida entre Santos e Fluminense poderia ter tido elementos de sobra para chamar a atenção dos torcedores. O pequeno público, porém, tinha explicação. Sem Neymar e Ganso, não há show. Para piorar, Muricy Ramalho ainda não podia contar com Arouca, Borges e Rafael.

Do outro lado, Abel Braga também não tinha jogadores importantes, como Fred e Deco. Desse modo, o primeiro tempo foi fraco tecnicamente e os gols só saíram por causa de falhas no setor defensivo. A primeira aconteceu aos 4min, quando Rentería aproveitou uma bobeira de Anderson e Edinho e tocou por cima de Diego Cavalieri para abrir o placar. Depois, aos 26min, foi a vez de Adriano cometer um pênalti infantil em Carlinhos – embora o empurrão tenha sido fora da área. Na cobrança, o próprio Carlinhos empatou.

Mesmo com mais posse de bola, o Flu não conseguiu criar grandes problemas para o goleiro Aranha. Da mesma forma que Alan Kardec e Rentería não incomodaram Cavalieri. Nem mesmo Léo, improvisado no ataque pela esquerda no lugar de Neymar.

O panorama da partida não mudou muito depois do intervalo. Os visitantes insistiram, jogaram melhor, mas não mostraram criatividade no setor ofensivo. Sobrou disposição, mas faltou o passe final -ou um Fred na área. Lanzini surgiu como boa aposta nas jogadas com velocidade pelos lados, mas Edu Dracena se mostrou sempre esperto. No Santos, só sobrou lamentar as ausências de Ganso e Neymar. Com Alan Kardec e Rentería no ataque fica um pouco mais difícil.

Na próxima rodada, o Santos visita o São Paulo, domingo, enquanto o Fluminense recebe o Inter.

SANTOS
Aranha; Maranhão, Edu Dracena, Durval e Juan (Felipe Anderson); Adriano, Henrique, Elano (Geovânio), Léo e Alan Kardec (Victor Andrade); Rentería. Técnico: Muricy Ramalho

FLUMINENSE
Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Anderson e Carlinhos; Edinho, Jean e Wágner; Lanzini (Lucas Patinho) , Marcos Júnior (Matheus Carvalho) e Sam (Michael). Técnico: Abel Braga

Estádio: Vila Belmiro, em Santos
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Gols: Rentería, aos 4min, e Carlinhos, aos 26min do 1º tempo
Cartões amarelos: Edu Dracena, Adriano, Alan Kardec (S) e Edinho (F)