Sem precisar entrar em campo, o Boca Juniors conquistou nesta terça-feira o título do Campeonato Argentino. O time de Buenos Aires só jogará nesta quarta contra o Olimpo, em Bahía Blanca, pela 29.ª e penúltima rodada, mas a taça foi garantida um dia antes com a derrota do Banfield para o San Lorenzo – time do papa Francisco – por 1 a 0, no estádio Nuevo Gasómetro, na capital argentina.

Com 59 pontos, o clube comandado pelo técnico e ex-meia Guillermo Barrios Schelotto não pode mais ser alcançado pelo Banfield, o segundo colocado com 54, que só tem mais uma partida a fazer na competição. O rival River Plate está em terceiro, com 52, mesma pontuação agora do San Lorenzo, dentro do G5 – grupo de classificação à próxima edição da Copa Libertadores.

A conquista é a 32.ª da história do Boca Juniors no Campeonato Argentino. No geral, são 62 títulos em competições oficiais, sendo que os últimos tinham sido em 2015 – Nacional e Copa Argentina. Só o River Plate tem mais taças do torneio, com 43, se contabilizadas as eras amadora e profissional.

No meio da noite desta terça-feira, logo após o término da partida do Banfield, a cidade de Bahía Blanca foi tomada por torcedores do Boca Juniors, que se dirigiram ao hotel onde a delegação está hospedada para a partida desta quarta contra o Olimpo. No domingo, pela 30.ª e última rodada, a festa tomará conta do estádio La Bombonera, em Buenos Aires, no jogo contra o Unión Santa Fé.