enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Sem definir futuro, Nadal pode não ir a torneios nos EUA

Após a conquista do Brasil Open, Rafael Nadal só sabe que competirá no Torneio de Acapulco, no México, daqui a sete dias. O espanhol ainda não definiu a sequência do seu calendário na temporada, mas já antecipou que pode descartar os Masters 1.000 de Indian Wells e Miami, nos Estados Unidos, em março.

“A verdade é que a única coisa que penso no momento é na comemoração deste título [Brasil Open]. Não quero pensar em nada para além de Acapulco”, diz o espanhol, ainda preocupado com a recuperação do joelho esquerdo. “Não estou em condições de pensar a longo prazo. Estou pensando semana a semana”.

Nadal ainda sente dores quando joga, mesmo depois de passar os últimos sete meses tratando o joelho. “Antes eu tinha 80% de dias ruins, hoje são 50%”, compara. Por esta razão, está encarando estes primeiros torneios como um teste para as principais competições de saibro, na Europa, como os Masters 1.000 de Montecarlo, Madri e Roma, além de Roland Garros.

O espanhol diz que no momento não está preocupado em enfrentar adversários de maior relevância. Quer apenas competir em superfícies que causem menos desgaste ao seu joelho, daí a disputa no saibro de Viña Del Mar, de São Paulo e de Acapulco. Daí a possibilidade de pular Indian Wells e Miami, ambos disputado em piso duro.

“Não é uma questão de rivais, mas, sim, de superfície. Não me importo se perder alguns jogos. Só me preocupa a situação do joelho. Preciso de tempo para seguir jogando e para voltar a ser competitivo”, afirma o ex-número 1 do mundo e atual 5.° colocado do ranking. “Depois que acabar este giro latino-americano no saibro, vamos ver se estou preparado [para os demais torneios]”.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas