enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Sem confusão, Corinthians é campeão em SP

  • Por Redação O Estado Do Paraná

E o pior é que nem precisava daquela discussão toda. Em uma grande partida, o Corinthians provou ter o melhor time do futebol brasileiro e conquistou o campeonato paulista vencendo o São Paulo por 3 a 2, ontem, em um Morumbi com mais de 70 mil pessoas. Sem necessitar de tribunais e vantagens, o Timão levou a taça para o Parque São Jorge.

A partida tinha uma cara definida: o São Paulo partia com tudo e o Corinthians tentava administrar o jogo. Só que a confusão da semana fez com que os nervos ficassem à flor da pele. Logo aos dois minutos, Fábio Simplício fez falta dura em Jorge Vagner e, durante a discussão, Reinaldo e Kleber trocaram tabefes e acabaram expulsos.

Era claro que o ambiente criado pela barafunda do regulamento transformou o jogo. Futebol só foi visto aos 18 minutos, na ótima arrancada de Júlio Santos, que tocou para Ricardinho. O meia chutou forte, mas Doni fez boa defesa. Mas nem a pressão são-paulina foi capaz de segurar o Corinthians. Aos 21 minutos, Gil limpou a jogada e passou para Liédson, que driblou Júlio Santos e apenas desviou de Rogério Ceni, abrindo o placar.

O São Paulo não parecia ter sentido o gol, e voltou a comandar as ações do jogo. Mas se o Tricolor tinha a iniciativa, a qualidade era alvinegra. As jogadas de contra-ataque do Corinthians levavam imenso perigo à fraca defesa são-paulina. E, aos 47 minutos, Jean conseguiu se enrolar todo na marcação de Liédson, que teve espaço para cruzar para Jorge Vagner – o armador manteve a calma para marcar o segundo gol corintiano.

Apenas aos quatro minutos do segundo tempo o São Paulo finalmente conseguiu trabalhar uma jogada. Júlio Baptista derivou pela esquerda e tocou para Luís Fabiano, que chutou de primeira, sem chances para Doni. Fabiano quase empatou aos 10 minutos, mas o goleiro corintiano operou um milagre. Minutos depois, foi a vez de Júlio Baptista exigir uma ótima defesa de Doni.

Mas o ex-lateral do Atlético não se fez de rogado. Aos 17 minutos Fabiano tabelou com Itamar e chutou da entrada da área, no ângulo direito do gol alvinegro. O empate incendiou a partida, porque obrigou o Corinthians a sair para o jogo, pelo menos para diminuir a intensa pressão tricolor. Só que o desespero do São Paulo (Fábio Simplício também foi expulso) facilitou a vida corintiana, e aos 43 minutos Vampeta lançou, Liédson tocou e Jorge Vagner marcou o gol do 25.º título paulista.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas