O Palmeiras deve passar por uma grande reformulação para 2015 e um jogador já é certo que não estará no clube ano que vem: Marcelo Oliveira. Após meses de negociação, o volante não entrou em acordo e está livre para conversar com outros times.

“Não tivemos um acordo. Conversei com o Cícero (Souza, gerente de futebol) e não conseguimos entrar em um acordo financeiro. Então entendemos que o melhor seria o Marcelo seguir a vida dele fora do Palmeiras”, disse o empresário do atleta, Nick Arcuri, em entrevista ao Estado de S.Paulo.

Segundo o agente, Marcelo Oliveira gostaria de ficar no Palmeiras, com quem tem contrato até o dia 31, e por causa disso não abriu negociações com nenhum outro clube. “A prioridade total era do Palmeiras. Recebemos algumas sondagens de clubes brasileiros, mas nem conversamos, por causa disso. Tem algumas possibilidades no Brasil e no futebol japonês”, explicou.

Um clube japonês já fez uma proposta oficial ao jogador, mas ele quer ficar no Brasil por causa da família, em especial do filho que nasceu há alguns meses. Marcelo Oliveira deixa o Palmeiras tendo como principal característica nos dois anos de clubes a versatilidade. Ele foi zagueiro, lateral-esquerdo, volante e meia. Fez 81 jogos e marcou um gol.

Até o momento, o clube não anunciou nenhuma dispensa, mas já é sabido que, além de Marcelo Oliveira, dificilmente continuam no clube: Victorino, Wendel, Juninho, Eguren, Wesley, Washington, Bruno César, Bernardo e Diogo. Todos têm contrato até o fim do ano. Henrique, outro com vínculo até o dia 31, negocia a renovação, mas ainda tem futuro incerto.