A seleção brasileira voltou a treinar neste domingo na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), onde realiza a sua preparação para a Copa do Mundo, após ter o sábado de folga. No campo 2 do centro de treinamento, o técnico Luiz Felipe Scolari comandou um trabalho tático com as dimensões reduzidas do campo.

A atividade misturou titulares e reservas em duas equipes, sem indicar, portanto, qual será a escalação da seleção para o jogo de abertura da Copa, na próxima quinta-feira, em São Paulo, no Itaquerão, diante da Croácia. Porém, Felipão declarou anteriormente que pretende repetir a escalação da vitória por 1 a 0 sobre a Sérvia, na última sexta-feira, no Morumbi, no início do Mundial.

Com campo reduzido, os jogadores trabalharam bastante a marcação sob pressão durante a atividade, o que deverá ser um dos focos da comissão técnica nesta reta final antes do começo da Copa. A atividade foi leve, especialmente para os titulares no amistoso da última sexta-feira, tanto que eles nem participaram da segunda parte da atividade, quando fizeram apenas leves exercícios.

Além disso, muitos moradores de um condomínio que fica próximo da Granja Comary assistiram de grades o treinamento deste domingo, se aproveitando do dia de folga e também da proximidade do campo 2 do centro de treinamentos da seleção. Eles gritaram os nomes dos jogadores, especialmente do atacante Neymar.

Ainda neste domingo, a delegação da seleção para a Copa terá um encontro com membros da Fifa, marcado para as 19h45, na Granja Comary, onde receberá orientações sobre procedimentos que precisam ser cumpridos durante a competição.

A equipe dirigida por Felipão volta a treinar nesta segunda-feira, dessa vez em dois períodos, às 9h30 e às 15h30, na sua fase final de preparação para o começo da Copa.