Brasil e Paraguai venceram na abertura do torneio de futsal nos XV Jogos Pan-americanos Rio 2007. Os anfitriões bateram a Guatemala por 4 a 1, gols de Ciço, Valdin, Marquinho e Falcão. O gol guatemalteco foi marcado pelo goleiro Carlos Merida. Os paraguaios venceram Cuba por 2 a1. Os jogos de futsal são disputados no Pavihão 3B do Complexo Riocentro.

Pelo Grupo A,  Brasil goleou a Guatemala, por 4 a 1. O primeiro gol brasileiro na história dos Jogos foi marcado por Ciço, logo no início da partida. Aos 10, o Brasil ampliou. Gabriel tocou para Valdim que, de perna direita, chutou no ângulo, sem chances de defesa para Carlos Merida. A bola ainda bateu na trave antes de entrar. Além de evitar uma derrota mais elástica, o goleiro guatemalteco ainda mostrou que também é bom na finalização. Aos 12, ele fez o primeiro gol de goleiro e da Guatemala na história do Pan. Mas foi só pressionar para o Brasil voltar a marcar. Ainda aos 12, Marquinho deixou sua marca e a bola ainda desviou na zaga antes de entrar. Com a vitória praticamente assegurada, a torcida só esperava o gol do melhor jogador do mundo, o ala Falcão. E ele veio aos 12 do segundo tempo. O camisa 12 do Brasil recebeu a bola pela direita do ataque, gingou na frente de Marlon Noj, cortou para o meio e bateu forte, de perna esquerda. Depois, a seleção brasileira só administrou a vitória.

Na outra partida do grupo, o Paraguai venceu Cuba, por 2 a 1, na estréia do futsal na história dos Jogos Pan-americanos. Terminado o jogo, os paraguaios comemoraram o triunfo.

"Sabíamos que Cuba era uma equipe eficiente. Foi uma partida bem disputada", comemorou o goleiro Carlos Britez.

Para o camisa 1 paraguaio, a principal meta da equipe é chegar em segundo. "Pretendemos conquistar a medalha de prata, já que a de ouro deve ficar mesmo com o Brasil", analisou o goleiro.

Sobre a organização dos Jogos, Britez é só elogios. "Está muito bem organizado, acredito que é o melhor torneio que o Paraguai já disputou", acrescentou.

O primeiro gol do futsal na história dos Jogos foi marcado por Oscar Jara, que abriu o placar para os paraguaios, aos 16 minutos de jogo. Jose Santander, aos 32, ampliou a vantagem e Yulier Olivera, aos 37 diminuiu para os cubanos.

Ainda nesta segunda, pelo B, o Equador encara a Costa Rica e o último confronto do dia será entre argentinos e americanos.