A seleção brasileira masculina que irá disputar o Campeonato Sul-Americano, na Argentina, se apresentou na capital paulista com duas novas convocações feitas pelo técnico Gustavo De Conti. Os dois novos jogadores chamados para integrar o grupo convocado por De Conti: o ala/pivô Lucas Cipolini e o pivô Leonardo Waszkiewicz, ambos do Unitri/Uberlândia. Os dois atletas do time Mineiro foram chamados para reforçar o grupo e a aumentar a altura, com os pedidos de dispensas de Fab Melo e Scott Machado.

A partir de ontem, no Centro de Treinamento do Pão de Açucar (Audax), foram iniciados os exames médicos e testes físicos para depois começar a parte técnica e tática. O pivô Leonardo, gaúcho de Santo Angelo, tem apenas 22 anos e 2,11m. Disputou a primeira temporada do NBB e já começou a destacar, chamando a atenção da Comissão Técnica da Seleção Brasileira. Nos 33 jogos que participou pelo time mineiro na Liga Nacional, teve médias de 4.9 pontos e 4.6 rebotes. Cipolini, de 25 anos e 2,03m, esteve na equipe brasileira que disputou os Jogos Pan-Americano, no ano passado. Além da boa estatura já é um jogador experiente que a comissão técnica conhece bem, e irá contribuir muito nessa fase de treinamento, além de lutar para ficar entre os 12 jogadores que irão ao Sul-Americano. Os jogadores Fabrício Melo, pivô de 21 anos, 2,13m, da Universidade de Iona e Scott Machado, armador, de 1,85m e 21 anos, da Universidade de Syracuse, como estão envolvido nos treinamentos na vésperado Draft da NBA, pediram dispensas.

O Campeonato Sul-Americano, que é classificatório para a Copa América do ano que vem, será disputado na cidade Resistência, na província de Chaco, na Argentina. O Brasil ficou no Grupo B, ao lado do Uruguai, Paraguai e Bolívia. No Grupo A cairam – Argentina, Colômbia, Chile e Venezuela. O Brasil faz sua estréia no dia 18 de junho contra o Paraguai.