enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Seedorf admite bronca em Gilberto, mas minimiza briga

Líder isolado do Campeonato Brasileiro com a vitória por 3 a 1 sobre a Portuguesa, neste domingo, no Canindé, o Botafogo precisou contornar um conflito dentro de campo antes de fazer os gols que decretaram o triunfo em São Paulo. O meia Seedorf discutiu de forma áspera com o lateral-direito Gilberto e chegou a dar um tapa no braço do companheiro durante o bate-boca, mas todo o problema foi minimizado pelo astro holandês e pelo técnico Oswaldo de Oliveira após o confronto.

Embora tenha exibido certo destempero durante a discussão com o seu companheiro, que retrucou as cobranças do meio-campista com xingamentos, Seedorf disse que “não houve nenhum desentendimento” com Gilberto naquele momento, quando a partida ainda estava empatada por 0 a 0 no primeiro tempo.

“Os garotos têm que aprender que tem momentos que têm de escutar ‘basta’. Não temos tempo para ficar discutindo porque no primeiro tempo o juiz estava para dar cartão, e eu queria protegê-lo para não ir falar com o juiz. Ele (Gilberto) não entendeu e tive que dar uma bronca nele. Foi rapidinho, pra gente concentrar no jogo, para conseguirmos nos organizar. E no segundo tempo, sem confusão entre nós, foi muito melhor e conseguimos vencer”, disse Seedorf.

O meio-campista ainda destacou que foi “merecida a vitória”, conquistada “em um campo difícil, contra um time que luta muito, fecha bem a defesa e tem um contra-ataque perigoso”. Ao mesmo tempo, o jogador admitiu que o time entrou em campo “com outro espírito” na etapa final, quando marcou os seus três gols.

O técnico Oswaldo de Oliveira, por sua vez, minimizou a importância da briga entre Seedorf e Gilberto. “Os ânimos quentes são muito normais. Isso não é um time de freiras, é um time de homens que se entendem e também se desentendem. Acho isso normal, eles já conversaram no vestiário, eu sinceramente nem vi essa situação. Depois que entrei no vestiário é que me passaram. Não vejo nada de diferente nisso, que vá nos ajudar ou nos atrapalhar”, ressaltou o comandante.

A vitória sobre a Portuguesa também pesou muito para que a discussão envolvendo Seedorf e Gilberto ficasse em segundo plano no Canindé, pois o Botafogo chegou aos 29 pontos e se manteve como forte candidato ao título nacional.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas