Turquia – Apesar dos ventos voltarem a atrapalhar, o Mundial da Classe Laser teve as duas primeiras regatas ontem, em Bodrum, na Turquia. Em busca do heptacampeonato, o iatista brasileiro Robert Scheidt conseguiu um 6.º e um 5.º lugares, o que já o coloca na 4.ª colocação na classificação geral. O líder é o neozelandês Hamish Pepper.

O Mundial era para ter começado na quinta-feira, mas os ventos atrapalharam. Assim, a nova programação previa 3 regatas ontem, mas apenas duas puderam ser realizadas. “Foi um dia extremamente cansativo, em que ficamos mais de sete horas na água. Os ventos continuam inconstantes e, de um modo geral, meus resultados foram satisfatórios. Muita gente teve pelo menos uma regata ruim”, revelou Scheidt.

O campeonato prossegue hoje, quando está programada a realização de mais três regatas. “Preciso me manter motivado e concentrado para não ter nenhum resultado ruim antes da flotilha ouro”, disse Scheidt, lembrando que a fase classificatória do Mundial vai até amanhã, com 143 barcos na disputa.