Apesar do bom primeiro set, Flávio Saretta não resistiu à regularidade e persistência do argentino Guillermo Cañas e perdeu a final da 5.ª e última etapa da Copa Petrobras, em Assunção, por 6/4 e 6/1. Com essa derrota, o tenista brasileiro não irá alcançar seu objetivo de colocar-se entre os cem primeiros do ranking e assegurar vaga na chave principal do Aberto da Austrália, em janeiro de 2007, no primeiro Grand Slam da próxima temporada. ?E se tiver de jogar o quali-fying não vou para a Austrália?, disse Saretta, que deverá ficar perto dos 120 na lista de classificação da próxima segunda-feira.

Para Cañas, tenista afastado do circuito por mais de um ano por problemas de doping, esta série de torneios challengers na América do Sul foi fundamental. Ganhou os torneios de Belém, no Brasil, as etapas da Petrobras em Buenos Aires, Montevidéu e Paraguai e, com isso, irá colocar-se próximo dos 150 primeiros da ATP. Antes da punição, Cañas chegou a ocupar o 8.º lugar, em junho de 2005.