enkontra.com
Fechar busca

De Letra

São Paulo tenta se motivar para enfrentar o Criciúma

A eliminação para a Ponte Preta na Copa Sul-Americana transformou os últimos dois jogos do Campeonato Brasileiro em um purgatório para o São Paulo, mas o respeito à competição faz o time encarar o Criciúma, neste domingo, às 17 horas, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), pela 37.ª rodada, como uma partida normal e a atmosfera de férias passará longe dos jogadores. Ao menos é isso que garante o técnico Muricy Ramalho, que descartou a possibilidade de usar uma equipe reserva e mandará força máxima a campo.

O treinador havia afirmado anteriormente que pretendia usar os últimos jogos para fazer observações para a montagem do elenco do ano que vem, mas mudou de ideia, pois o clube pode ser um dos protagonistas na luta contra o rebaixamento – além da equipe catarinense, o São Paulo encara o Coritiba e ambos estão no pelotão que tenta fugir da degola.

“Tem gente que precisa desse resultado, por isso não tem essa de amistoso para nós, não. Os jogadores vão encarar esses dois jogos muito a sério, como se estivessem precisando salvar a gente do rebaixamento mesmo”, avisou o treinador.

Ainda assim é possível que faça substituições pouco usuais para observar quem teve poucas chances durante o campeonato. Muricy Ramalho justificou dizendo que não podia mexer na equipe durante o período de reação no Brasileirão e que daria oportunidade na reta final da temporada para que todos mostrassem seu valor.

Em meio às dúvidas, quem está confirmado é Luis Fabiano. O atacante encerrou contra a Ponte Preta o jejum de quase dois meses sem marcar e foi elogiado por Muricy Ramalho pelo profissionalismo com o qual encarou o banco de reservas. Visivelmente mais ativo em campo e procurando o jogo, terá a chance de mostrar que está totalmente recuperado. “Ele é um goleador e isso é muito importante para ele”, elogiou o técnico.

Paulo Miranda, suspenso, e o volante Denilson, com indisposição digestiva, são os desfalques confirmados no time tricolor. Sem Paulo Miranda, Rafael Toloi poderá ser improvisado na lateral, enquanto Wellington deve ocupar a vaga de Denilson.

Além dos dois titulares, Muricy Ramalho não vai poder contar com Jadson, que está recuperado de uma contratura no músculo adutor da coxa direita, mas ainda aprimora a forma física.

Os jogadores também não têm motivo para levar o duelo deste domingo com menos intensidade que o habitual. Como a diretoria pretende trocar diversos jogadores no ano que vem, a partida é uma das últimas chances para quem quiser se garantir no Morumbi em 2014. “Foi um ano bem difícil para a gente, para o clube. Não conquistamos nenhum título e ficamos muito tempo perdendo jogos, na zona de rebaixamento. Acho difícil ter uma lembrança boa de 2013”, ponderou o atacante Ademilson.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas