A negociação entre São Paulo e Fluminense, com a troca do atacante Osvaldo pelo meia Wagner, está perto de ser concretizada. Segundo João Paulo de Jesus Lopes, diretor de futebol do time paulista, as chances existem. “Os clubes estão conversando. As diretorias têm uma relação boa, existe uma cooperação e a possibilidade de sair negócio existe, mas não está fechado ainda”, diz.

A troca entre as equipes seria só até o final do ano e os valores envolvidos não foram divulgados. A tendência é que o martelo seja batido nos próximos dias e o dirigente tricolor avalia que os dois clubes saem ganhando com isso. “Com a chegada do Conca no Fluminense, o Wagner perdeu espaço. E o nosso jogador também poderá ser melhor aproveitado lá”, explica.

Wagner chegaria ao Morumbi para fazer sombra a Ganso após a saída de Jadson. Os dois também podem atuar juntos, dependendo da formação que o técnico Muricy Ramalho escolher. Já Osvaldo teria chance de atuar com mais frequência, pois no Morumbi vem sendo reserva de Ademilson, Luis Fabiano e Pabon, e com a chegada de Alexandre Pato, a situação tenderia a piorar.