O São Paulo define nesta quinta-feira (23), às 20h15, no Morumbi, a permanência na única competição continental que ainda disputa em 2007: a Copa Sul-Americana. Se eliminar o Figueirense, o São Paulo enfrenta o argentino Boca Juniors na próxima fase.

Depois do fracasso na Taça Libertadores, quando o time foi eliminado pelo Grêmio nas oitavas-de-final, vencer a Sul-Americana virou quase uma obrigação. No jogo de ida, em Florianópolis, o São Paulo pôs em campo um time misto e arrancou um empate por 2 a 2. Assim, hoje avança na competição se vencer por qualquer diferença ou se empatar por 0 a 0 ou 1 a 1. A repetição dos 2 a 2 leva a decisão para os pênaltis.

Os únicos desfalques são os zagueiros Alex Dias e Miranda, que estão com a seleção brasileira. André Dias, recuperado de lesão muscular, volta ao time e deve formar a zaga ao lado de Breno e Edcarlos.

Uma missão quase impossível. Foi assim que o técnico Mário Sérgio definiu a empreitada do Figueirense. Para isso, o técnico deve inovar na escalação. Pelo menos é o que se supõe analisando suas declarações – já que os treinos do time catarinense são sempre com portões fechados.