As eliminações no Campeonato Paulista e na Libertadores fizeram com que a diretoria do São Paulo decidisse mexer no elenco. Além de afastar sete jogadores (João Filipe, Luiz Eduardo, Henrique Miranda, Cortez, Fabrício, Cañete e Wallyson), o clube decidiu apostar em novas contratações e acertou com duas jovens revelações do Mogi Mirim: o lateral-direito Caramelo, de 18 anos, e o meia Roni, de 22.

Ambos os jogadores assinarão contrato neste sábado, segundo o presidente Juvenal Juvêncio, que, na entrevista coletiva realizada nesta sexta, preferiu não revelar os nomes dos reforços. Caramelo chega para fazer sombra a Paulo Miranda e Douglas, criticados pela torcida, enquanto Roni pode ocupar o lugar de Cañete como reserva para Paulo Henrique Ganso e Jadson.

Os dois jogadores se destacaram na ótima campanha feita pelo Mogi Mirim neste Campeonato Paulista. A equipe ficou na segunda colocação da primeira fase, atrás justamente do São Paulo, e só caiu nas semifinais da competição, quando perdeu na decisão por pênaltis para o Santos.

O São Paulo já havia acertado com o atacante Silvinho, ex-Penapolense, que já estreou diante do Atlético-MG, e nos próximos dias deve apresentar o goleiro Renan Ribeiro, que estava justamente no clube mineiro. Se alguns atletas vão chegando, outros ainda podem deixar o clube.

Muito criticado pela torcida e vivendo má fase, o atacante Luis Fabiano poderá ser negociado se o clube receber uma boa proposta. Quem confirmou foi o próprio Juvenal Juvêncio. “Se chegar uma proposta importante no meio do ano, ele (Luis Fabiano) pode ser transferido”, declarou.

Se o prestígio do atacante com a diretoria parece não ser mais o mesmo, o do zagueiro Lúcio está intacto apesar da expulsão na primeira partida das oitavas de final contra o Atlético-MG, considerada fundamental para a eliminação da equipe paulista. “O Lúcio é um exemplo”, elogiou Juvenal.

Sem a disputa do Paulista e da Libertadores, o São Paulo passará a treinar do CT de Cotia até a estreia no Campeonato Brasileiro, diante da Ponte Preta, no dia 26, em Campinas. O presidente do clube admitiu que nova mudanças podem ser feitas para que a equipe finalmente se “ajuste”.

“O futebol é muito difícil, você vai ajustando. Eu imaginava que na temporada de 2013 os ajustes já estariam postos, mas não estão. Ainda falta. Estamos trazendo mais dois jovens do Paulista, são análises internas que a gente conhece. O time é bom, mas faltam ajustes para haver mais harmonia”, comentou Juvenal.