Três defesas, em três lances seguidos em três minutos, quase no final da partida. O goleiro Marcos, mais uma vez, destacou-se e foi o principal responsável pelo empate por 1 a 1 neste sábado, em Sobral, com o Ceará. O time do Parque Antártica chegou a 33 pontos e é líder isolado da Série B. Acabou beneficiado pelo resultado em Joinville, quando os donos da casa bateram o Botafogo (2.º, com 32) por 3 a 2. O maior desafio de Picerni continua sendo a formação do ataque. Neste sábado, por exemplo, começou com Muñoz. O primeiro tempo foi sofrível e na etapa final tentou Thiago Gentil. O ritmo da partida melhorou, mas foi necessário que o lateral-direito Baiano se aventurasse no ataque para marcar, logo aos 5 minutos. Não houve tempo para comemorar. Um minuto depois, Sérgio Alves descontou para os cearenses.

Ficha Técnica

Ceará: Marcelo Silva; Jéferson Luís, Beto, Sidinei e Mica; Roberto (Jéferson Maciel), Roberto Ramos, Nenê (Claudinho) e Macedo (Garrinchinha); Sérgio Alves e Marcos Antonio. Técnico: Celso Teixeira. Palmeiras: Marcos; Baiano, Daniel, Gláuber e Lúcio; Alceu, Fábio Gomes (Francis), Magrão e Elson; Muñoz (Thiago Gentil) e Edmilson (Anselmo). Técnico: Jair Picerni. Gols: Baiano aos 5? e Sérgio Alves aos 6? do 2.º tempo. Árbitro: Washington José Alves de Souza (AM). Cartão amarelo: Roberto Ramos, Daniel, Roberto, Sidinei. Local: Castelão.