Dentro do cronograma de preparação para o Mundial de Clubes da Fifa, que será disputado em dezembro, no Japão, o técnico Muricy Ramalho vai escalar o time principal do Santos para enfrentar o Atlético-GO, na quinta-feira, no Pacaembu, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No último domingo, ele poupou os titulares, mandando apenas os reservas para enfrentar e vencer o Ceará em Fortaleza. Agora, o time principal volta a jogar na quinta-feira e depois descansa novamente no domingo, quando o Santos visita o Coritiba na capital paranaense.

Assim, com a presença dos principais jogadores do elenco e dos astros Neymar e Ganso, a expectativa é de que o Pacaembu esteja lotado na quinta-feira. O próprio Muricy já confirmou presença no jogo com o Atlético-GO, depois de ter evitado a viagem para Fortaleza por causa do tratamento da hérnia de disco.

ESTÁDIO – O presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, tratou de tranquilizar o torcedor santista nesta segunda-feira, garantindo que o clube não corre o risco de perder a Vila Belmiro. “Houve acordo e o leilão foi suspenso”, disse o dirigente.

A atual administração santista ofereceu o estádio como garantia no processo em que o ex-presidente do clube, Marcelo Teixeira, cobra uma dívida de mais de R$ 15 milhões. O valor se refere ao empréstimo bancário em que Marcelo Teixeira foi avalista e cobrado em razão da falta de pagamento pelo Santos.