O Santos chegou a Curitiba bastante entusiasmado com a classificação para as quartas-de-final da Taça Libertadores da América e prometendo muita disposição para levar três pontos à Vila Belmiro.

“Ir bem em uma competição dá motivação para jogar na outra também”, afirmou o atacante Robinho. “A vontade e o objetivo de vencer são os mesmos.” Mas de uma coisa ele tem certeza, e ela precisa ser colocada em prática neste sábado.

Por volta das 10 horas, quando começou o treino do Santos na Vila Capanema, o tempo já estava bom, depois da chuva do início da manhã, mas o gramado encharcado e os jogadores ainda sentindo um pouco de cansaço impediram que fosse feito um coletivo.

Assim, Luxemburgo deixou a definição do substituto de Diego, que sofreu uma lesão na coxa direita, para este sábado. “Tenho um pouco mais de tempo para saber quem vou colocar.” Preto Casagrande, Lopes e Basílio lutam pela vaga.

Dependendo da opção do treinador, Renato poderá atuar mais avançado, com a função de armar as jogadas. “Já joguei ali e não vejo problema algum”, disse o jogador.