Desta vez, o técnico Leão vai poder contar com o time completo para o jogo de quarta-feira, contra o Paysandu, na Vila Belmiro. Ou quase, já que Nenê segue hoje para a Espanha, onde acertará os últimos detalhes de seu contrato com o Mallorca, fará os exames médicos e se integrará ao novo clube. Quanto a Diego, outro que pode sair, as negociações não foram ainda concluídas e dirigentes e jogador desmentem a transferência para o inglês Tottenham Hotspur.

Ontem, o diretor de futebol do Santos, Francisco Lopes, informou que não há proposta oficial para a aquisição do meia e estranhou as cifras que estão sendo comentadas para a transação, em torno de US$ 9 milhões.

Pelas suas contas, é um valor baixo e que não interessa aos santistas. Afinal, o pai do atleta, Dejair Silveira da Cunha detém 40% dos direitos federativos, restando ao Santos os outros 60%. “O clube investe nesse jogador há quase seis anos. Diego tem apenas 18 anos e já passou por todas as seleções, além de ser o atleta mais promissor do futebol mundial”, disse Lopes.

Ele entende que o jogador só deva ser liberado se o Santos receber US$ 10 milhões, o que elevaria o valor da transação para mais de US$ 15 milhões. “o Kaká, que ainda não havia jogado futebol este ano, foi negociado por quantia próxima dessa que estão falando para o Diego e nosso jogador vale muito mais”, comentou Francisco Lopes. Diego, por outro lado, vem desmentindo também a transação, repetindo que pretende continuar na Vila Belmiro.

Já em relação a Nenê, não há mais o que fazer. O jogador foi negociado por US$ 3 milhões com o Mallorca e o Santos tinha três dias para cobrir a proposta do clube espanhol, conforme previa o contrato. Como os santistas não fizeram isso, o atleta segue hoje para a Espanha.

“Antes do jogo, conversamos com ele, deixando-o livre para jogar ou não, mas ele preferiu entrar em campo”, explicou Francisco Lopes.

Depois de ter sido derrotado pelo Figueirense por 1 a 0, o time do Santos folgou ontem e se reapresenta hoje à tarde no CT Rei Pelé. Para o jogo de quarta-feira contra o Paysandu, Leão poderá contar com a volta de André Luís, Paulo Almeida e Léo, que cumpririam suspensão automática. Robinho também poderá voltar à equipe, ele que sábado ficou no banco.