Impondo seu ritmo de jogo, o Santos goleou o América-RN, por 4 a 1, neste domingo, no Machadão, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time de Vanderlei Luxemburgo chegou a 33 pontos e se mantém próximo dos líderes.

Já o América-RN parece conformado com a possibilidade de rebaixamento para a Série B. O time potiguar, que chegou a sua 17.ª derrota em 21 jogos, tem apenas 10 pontos, 14 atrás do Paraná, o último eventualmente salvo do descenso. Após o final do jogo, o técnico Marcelo Veiga, que gritou bastante com os jogadores durante a partida, deixou o time.

Na próxima rodada, o Santos recebe o Atlético Paranaense, na Vila Belmiro, na quinta-feira. Na véspera, o América-RN visita o Figueirense, no Orlando Scarpelli.

Difícil só no começo

Sofrendo com a falta de oportunidades no ataque nos primeiros minutos, o Santos contou com a qualidade de Petkovic para abrir o placar. Aos 20, o camisa 10 recebeu na intermediaria, avançou e bateu de fora da área, longe do goleiro Gléguer.

Mais relaxado após o gol, o Santos pôde impor o seu ritmo de jogo. Tocando a bola, Kléber Pereira recebeu na área, deu dois cortes no marcador e bateu entre as pernas de Gléguer para fazer 2 a 0, com 25 minutos.

Goleada no segundo tempo

Tocando a bola, Santos não teve pressa para marcar o terceiro gol, tanto que ele só aconteceu no segundo tempo. Logo no primeiro minuto, Petkovic lançou Kléber Pereira, que ganhou do marcador no jogo de corpo e tocou encobrindo Gléguer.

Já poupando forças, depois do terceiro gol, o Santos limitou-se a tocar a bola com lentidão e permitiu até que o América dominasse aparentemente o jogo, apesar dos gritos de Luxemburgo à beira do gramado. Mesmo em marcha lenta, o Santos esteve perto de marcar o quarto gol. Aos 34, Kleber fez boa jogada com Kleber Pereira e cruzou, Gléguer não cortou e a bola sobrou para Marcos Aurélio, que ajeitou e bateu. Cris salvou em cima da linha.

A apatia santista virou castigo aos 39, quando a zaga ficou esperando a marcação de um impedimento inexistente de Ney Santos que entrou livre pelo meio da área e cabeceou no canto para marcar o gol do América. O lance acordou o Santos, que finalmente chegou ao quarto gol, aos 41. Mais uma vez pela esquerda, Petkovic fez boa jogada e cruzou para Rodrigo Tabata, que cabeceou bem da pequena área para fechar o placar.