enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Santos empata com Mogi e fica mais longe da liderança

Mesmo com Montillo e Neymar em campo, o Santos tropeçou diante do Mogi Mirim, nesta quinta-feira à noite, no encerramento da 15.ª rodada do Campeonato Paulista. O empate em 2 a 2 fez justiça ao que foi o jogo, apesar das poucas chances de gol de ambos os lados. O time da casa ficou duas vezes à frente do placar na Vila Belmiro, mas nos dois momentos caiu de produção e permitiu o empate do time interiorano.

O resultado deixa o Santos cada vez mais longe da liderança, com 29 pontos, contra 35 do São Paulo, que ainda tem um jogo a menos. O Mogi aparece logo atrás, em quarto, com 27, sendo o segundo melhor time do interior, atrás apenas da Ponte Preta. No domingo, o Santos visita o Oeste e o Mogi Mirim vai até São Caetano.

O JOGO – Apesar de terem jogado com suas seleções durante a semana, Neymar e Montillo foram escalados como titulares do Santos para a equipe se reabilitar do empate contra o Palmeiras. Na frente, Giva foi mantido depois de duas boas atuações.

Mas o que se viu na Vila Belmiro foi um primeiro tempo morno, de raras chances de gol. Neymar, como sempre, era o mais lúcido, mas desta vez as jogadas insistiam em dar errado. O Mogi, bem organizado taticamente, assustava quando conseguia controlar a bola por um pouco mais de tempo. Aos 21 minutos, por exemplo, Val arriscou de longe e mandou raspando o travessão.

O Santos só teve duas boas jogadas no primeiro tempo. Numa, Neymar recebeu pela esquerda, ninguém se aproximou dele para receber, e o atacante cruzou cheio de estilo. Cícero subiu junto com o goleiro e mandou para fora. Em outra, já aos 42, Arouca cruzou, Neymar não dominou, mas ela sobrou para Cícero bater no canto e fazer 1 a 0.

A vitória parcial não era justa e a igualdade no placar veio logo aos 5 minutos do segundo tempo. João Paulo cobrou falta pela direita, Lucas Fonseca desviou de cabeça e Henrique apareceu livre na frente do gol para empatar.

O gol elevou a moral do Mogi, que passou a jogar mais no campo de ataque. Só que isso abriu espaço para contra-ataques. Aos 12 minutos, Montillo teve ótima chance na cara do gol, mas mandou em cima de Daniel. Se o argentino jogava mal, Cícero resolvia. Aos 22, o meia fez ótima jogada entre três marcadores e deu passe perfeito para Giva, que ficou cara a cara com o goleiro e não desperdiçou.

Por pouco o terceiro gol não saiu dos pés de Neymar, que bateu uma falta no travessão aos 30. Mas pouco depois o Mogi empatou. Guilherme Santos, substituto de Léo (que havia saído machucado), errou na marcação e a bola chegou até Wagninho, que bateu mascado e deixou tudo igual no seu primeiro toque na bola.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 2 X 2 MOGI MIRIM

SANTOS – Rafael; Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Léo (Guilherme Santos); Arouca, Renê Júnior, Cícero e Montillo; Neymar e Giva. Técnico – Muricy Ramalho.

MOGI MIRIM – Daniel; Roniery, Tiago Alves, Lucas Fonseca e João Paulo; Magal, Val, Roger Gaúcho (Juninho) e Wagner (Carlos Alberto); Roni (Wagninho) e Henrique. Técnico – Dado Cavalcanti.

GOL – Cícero, aos 42 minutos do primeiro tempo; Henrique, aos 5, Giva, aos 23, e Wagninho, aos 33 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Guilherme Ceretta de Lima.

CARTÕES AMARELOS – Roniery, Tiago Alves e Henrique.

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas