A diretoria ainda não anunciou oficialmente, mas tudo indica que o Santos mandará o primeiro jogo da semifinal contra o Corinthians em São Paulo – no Pacaembu ou no Morumbi. Quem deu a dica foi o técnico Muricy Ramalho, após a vitória sobre o Vélez Sarsfield nos pênaltis. “A Vila ficou pequena para o número de sócios do Santos, não comporta mais. Na minha opinião o jogo deveria ser aqui, mas entendo o lado do clube”.

Houve muitas queixas de sócios na venda de ingressos para o jogo desta quinta-feira contra o Vélez, porque as entradas se esgotaram rapidamente e muitas foram parar nas mãos de cambistas.

Como não poderia deixar de ser, o técnico santista disse que espera duas partidas duríssimas contra o Corinthians. “Eles sempre têm um jogador a mais, que é a torcida. Foi uma loucura o que os torcedores fizeram no Pacaembu quarta-feira, parecia futebol de antigamente”.

Como não haverá jogo semana que vem pela Libertadores – a competição vai parar por causa da rodada pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo -, o treinador terá tempo para decidir quem será o substituto de Paulo Henrique Ganso. O meia será operado do joelho direito e não poderá jogar as semifinais. Se o time passar pelo Corinthians, ele deverá estar de volta a tempo de jogar as finais.

Nos camarotes da Vila Belmiro, três integrantes do time que foi campeão brasileiro de 2002 e perdeu a final da Libertadores do ano seguinte para o Boca Juniors acompanharam a partida: Robinho (Milan), Diego (Atlético de Madrid) e o zagueiro Alex (Paris Saint-Germain).