Após a chegada do meia Lucas Lima, oficializada na última sexta-feira, o Santos espera reforçar o time com mais um zagueiro para encerrar o ciclo de contratações no primeiro semestre. O clube mira um atleta experiente. Os dirigentes, no entanto, têm poucos recursos financeiros e aguardam um negócio de oportunidade. A ideia é encontrar um jogador que seja contratado por empréstimo. Seria suficiente para suprir a falta de Edu Dracena, que ainda se recupera de lesão – a previsão é de que ele volte a treinar após a Copa do Mundo, em julho.

No momento de maior dificuldade, o técnico Oswaldo de Oliveira escalou a dupla de zaga com Gustavo Henrique e Jubal. Eles se mostraram eficientes na disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior do ano passado, mas não foram tão bem no profissional quando jogaram lado a lado. Ainda assim, são considerados como promessas pela diretoria.

A sorte de Oswaldo de Oliveira foi que o zagueiro Neto, que passou quase metade do ano passado no departamento médico, parece estar curado e vem jogando bem. Jogou uma vez com Jubal e agora teve uma sequência ao lado de Gustavo Henrique.

Enquanto isso, o zagueiro David Braz foi reintegrado ao elenco e ficou no banco em alguns jogos. Mas o Santos não vê a hora de economizar os R$ 120 mil que paga mensalmente ao jogador e quer negociá-lo. O problema é que não há interessados.