O Santa Cruz visita a Ponte Preta neste domingo, às 18h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), pela 31.ª rodada, com o objetivo de interromper a sequência de cinco derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro e também consertar o setor defensivo, que, durante essa série negativa, sofreu 16 gols.

A última vitória no Brasileirão do time pernambucano foi em 14 de setembro, pela 25.ª rodada, quando bateu o Atlético Paranaense em casa por 1 a 0. De lá para cá, perdeu todos os outros duelos, com o detalhe de ter levado ao menos três gols por jogo de cada um dos adversários – Santos (3 a 2), Figueirense (3 a 1), Palmeiras (3 a 2), Flamengo (3 a 0) e Corinthians (4 a 2).

O péssimo desempenho da zaga fez com que a equipe, além de penúltima colocada, se tornasse também a mais vazada da competição, com 54 gols sofridos, quatro a mais do que a Chapecoense, que é o segundo time que mais viu as suas redes serem balançadas pelo adversário.

Apesar disso, o setor defensivo terá somente uma alteração. E por contusão. O goleiro Edson Kolln, com uma lesão nas costas, dará lugar a Tiago Cardoso. O técnico Doriva não confirmou a formação titular, mas a tendência é que repita o restante da escalação da última rodada.